BLOG

O melhor conteúdo de
inteligência de mercado

Análise de dados: acompanhe indicadores de venda com mais agilidade

Toda tomada de decisão no varejo é baseada em números, ou pelo menos deveria ser.

Por isso, fazer uma análise de dados rápida e criteriosa, especialmente dos indicadores de vendas, é fundamental para ter bons resultados.

Essa análise de dados serve para dar um panorama exato do que acontece em cada loja, fornecendo indicadores como rupturas, estoque virtual, precificação, giro, sell-in, sell-out, entre outras informações importantes para balizar as estratégias da área de inteligência de vendas, que consequentemente dará o norte para o time de vendedores.

Mas como acompanhar com mais agilidade esses e outros indicadores? A resposta está nas soluções tecnológicas desenvolvidas para que a indústria acompanhe a performance de seus produtos nos canais de vendas, sejam eles varejos ou distribuidores.

Não basta saber que o produto X está em ruptura há três dias. É preciso ter conhecimento sobre esse indicador até mesmo antes que ele ocorra, para tomar as medidas necessárias e então corrigir o problema.

O mesmo acontece com índice de estoque, performance de categorias, positivação de clientes, itens sem giro, entre outras informações importantes para o dia a dia dos times de vendas.

 

Como a tecnologia agiliza a análise de dados?

A tecnologia, sem dúvida, é uma grande aliada na coleta e análise de dados do PDV com mais rapidez e segurança, tornando o trabalho dos profissionais da indústria e do varejo muito mais eficiente.

Já faz algum tempo que existem no mercado soluções que conectam indústrias e varejo. Os próprios varejos enviam para o sistema as informações de venda que são disponibilizadas para ajudar a equipe de inteligência a entender com profundidade a performance do produto em cada loja, região ou categoria.

Mas não basta ter toda essa riqueza de informações em mãos e não saber o que fazer com elas.

É aí que entra a equipe de inteligência: para fazer a análise de dados de maneira rápida e prática, avaliando a performance de cada varejo para identificar rapidamente novas oportunidades de vendas, evolução do estoque, prevenir rupturas, corrigir problemas no abastecimento da gôndola, ampliar o mix de produto e, por fim, melhorar o desempenho de vendas.

Conhecer a fundo o que acontece em loja, cada uma com características e hábitos de consumo diferentes, é essencial para manter a competitividade no mercado.

Por isso, hoje, a tecnologia é o passo inicial para um trabalho de inteligência de vendas eficiente. Sem os dados granulares, segmentados por loja, localização e SKU, enviados diretamente dos varejos fica muito difícil ter essa visão ampliada do cenário de atuação e leva-se muito mais tempo para corrigir erros ou adotar táticas que gerem resultados rápidos e efetivos, reduzindo as perdas e ampliando os lucros.

E como é na sua empresa? Você utiliza ferramentas tecnológicas para coletar e analisar dados do PDV com agilidade? Conta pra gente aqui nos comentários!

Vem com a gente