BLOG

O melhor conteúdo de
inteligência de mercado

Aprenda a melhorar o fluxo de loja e venda mais

Quem trabalha no segmento de trade marketing tem uma série de questões para se preocupar, como o estoque de produtos nos pontos de vendas e sua disposição dentro da loja. Mas tem outro detalhe que precisa ser cuidadosamente analisado: o fluxo de loja.

E você sabe o que o fluxo de loja tem a ver com venda? Tudo! Vou explicar. Quanto mais pessoas circularem pelos corredores onde estão seus produtos, mais eles serão vistos e, logo, as chances de venda se tornam maiores.

O fluxo de loja envolve muitos pontos, que vão desde a disposição dos produtos na prateleira até o atendimento ao cliente, desde a entrada na loja até a hora em que ele sai com a compra.

Por isso, antes de simplesmente colocar seu produto na gôndola, é preciso saber como o consumidor fará para encontrá-lo.

 

Aprenda a estudar o fluxo de loja

Primeiramente, procure saber de onde vem o seu o público. Neste caso, eu falo de localização física mesmo. Sua loja está na rua e as pessoas veem seu estabelecimento de frente? Ou sua loja está no shopping, mais precisamente numa esquina, e os visitantes olham primeiro a lateral da sua loja?

Ao fazer essa análise, o profissional de trade marketing vai ter uma ideia melhor sobre a primeira visão do seu produto pelo consumidor.

Outro ponto a ser analisado é a idade média do shopper. Com essa informação em mãos, é possível identificar se o produto-alvo está ao lado de outros que atraem ou repelem o seu consumidor. Ao colocar seu produto em locais estratégicos, as chances de venda passam a ser mais promissoras.

A equipe de trade marketing também precisa estar atenta aos horários de maior circulação na loja. Dessa forma poderá pensar em ações promocionais “relâmpago” e campanhas especiais para aumentar o interesse do cliente em entrar na loja e conhecer o seu produto. Essas iniciativas ainda podem ajudar a resgatar potenciais clientes e aqueles que há tempos não visitam o PDV.

O atendimento ao cliente é mais um tópico da nossa lista que influencia, e muito, o fluxo de loja e, consequentemente, na venda do seu produto. Caso o cliente não se sinta acolhido e bem tratado, certamente não retornará ao ponto de venda, mesmo que seu produto seja bom.

Por isso, procure acompanhar o desempenho dos profissionais no PDV e sugira ao varejista treinamentos periódicos para que os vendedores, atendentes e demais pessoas envolvidas no processo de fechamento de venda estejam sempre preparados para oferecer o melhor atendimento.

Viu só como o fluxo de loja influencia nos números das vendas no final do mês? Se sua equipe de trade marketing ainda não havia dado a devida importância para ele, é hora de analisar este indicador com mais efetividade.

 

É possível usar a tecnologia para acompanhar o fluxo de loja?

Felizmente sim! A tecnologia é uma grande aliada do setor varejista e está sempre se inovando para oferecer soluções que facilitem o trabalho dos profissionais e otimize a tomada de decisões.

No que diz respeito ao fluxo de loja, já é possível ter acesso a ferramentas automatizadas capazes de armazenar dados relacionados à circulação dos clientes no PDV e que podem ser utilizadas em conjunto com outras informações, como disponibilidade em gôndola, preço e quantidade.

Uma dessas soluções é o aplicativo Trade Force, da ACCERA. Instalado em celulares e tablets dos promotores de venda, o sistema possui telas bem simples que são preenchidas com apenas alguns cliques.

Em poucos segundos os dados são compilados em dashboards completos, facilitando a compreensão da equipe de trade e permitindo a tomada de decisões mais assertivas.

Eu convido você a conhecer melhor todas as funcionalidades do Trade Force, da ACCERA. Certamente esta ferramenta vai ajudar sua equipe a analisar com mais profundidade os indicadores de trade marketing e transformar números em ações geradoras de resultados bastante relevantes.

Clique aqui e entre em contato com um de nossos executivos!

Vem com a gente